logo logo

Opinião.
Debate.
Contraponto.

Entrar
NOTÍCIAS 23/09/2022 15:29:55

Reparo na ponte de Uruguaiana

O movimento na ponte, inaugurada em 1947, segue com restrições.

                                                                                  foto/reprodução

O superintendente regional substituto no Rio Grande do Sul do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Pedro Luzargo Gomes, decretou situação de emergência na Ponte Internacional Getúlio Vargas ( Agustín Pedro, entre Uruguaiana, na Fronteira Oeste, e Paso de Los Libres, na Argentina). 

A portaria 5.515 foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (23).
A partir da decretação de emergência, que tem prazo de seis meses, o DNIT tem autorização para realizar a contratação dos serviços. Ou seja, é possível fazer a contratação emergencial de uma empresa para realizar o reparo sem passar por licitação. O processo, embora mais simples, ainda exige a tomada de preços de três orçamentos.

Com a decretação em vigor, a expectativa da autarquia é poder iniciar a obra ainda em outubro. E os trabalhos precisarão ser executados em seis meses, que é o período máximo permitido dentro de um período de situação de emergência. Ainda não há informação de qual será o valor de orçamentos necessários para executar o reparo. 
Conforme o DNIT, o relatório referente às condições e serviços necessários para recuperar a ponte, localizada no km 725 da BR-290, está sendo feito por um especialista em estruturas.

 

 Entre 8h e 23h, o tráfego, em meia pista, é alternado entre os sentidos (Brasil/Argentina) a cada 30 minutos, com velocidade máxima de 20 km/h e 100 metros de distância entre os veículos em travessia.  Entre 23h e 8h, haverá tráfego intercalado sem horário  definido, somente para veículos leves.

Logo, o melhor período para a passagem de turistas e pessoas em veículos individuais ou em pequenos grupos é durante a madrugada ou no começo da manhã.

 

                                                                                                                                                        imagem/reprodução

Na sexta, o governo argentino publicou um edital para realização de obras na ponte. Segundo a intendência municipal de Paso de Los Libres, o equivalente a uma prefeitura brasileira, a ponte foi construída em 1947 e, devido ao intenso tráfego de veículos, "apresenta sérios danos estruturais, o que impossibilita o trânsito normal".

A licitação prevê fresagem e recuperação das áreas desgastadas da ponte do lado argentino. O prazo para execução é de 90 dias a partir da definição da empresa que vai realizar o trabalho.


 Fonte: GZH

43 0

Comentários

{{c.nome}}
{{formataDataHora(c.data_hora)}}
{{c.comentario}}
Excluir
Comente este post